Majeski quer incluir indústrias em rodízio de água

Proposta do deputado proíbe abastecimento de água para indústrias enquanto o fornecimento para uso doméstico estiver suspenso

Por Redação Web Ales

Foto: Vale (capa) e Tonico (interna)

SergioMajeski_10102016_baixa_Tonico.jpgProibição de abastecimento de água para fins industriais em período de rodízio, enquanto o fornecimento para uso doméstico estiver suspenso nas regiões afetadas. É o que determina o Projeto de Lei (PL) 306/2016, em tramitação na Assembleia Legislativa (Ales).  A iniciativa é do deputado Sergio Majeski (PSDB).

De acordo com o parlamentar, a medida faz-se necessária, já que as indústrias do Complexo de Tubarão, que são responsáveis por 1/3 do consumo de água na Grande Vitória, continuaram sendo abastecidas mesmo nos dias de suspensão do fornecimento de água para residências na região. 

“Questionamos, portanto, o posicionamento adotado pela companhia de abastecimento que impôs uma redução de 20% no fornecimento diário às empresas do complexo, quando na verdade deveria, além de propor a redução, cortar o fornecimento nos dias de suspensão, da mesma forma que vem ocorrendo com a população”, cobrou Majeski.

O Espírito Santo passa atualmente pela maior crise hídrica de sua história, fazendo com que mais de 30 municípios adotem medidas drásticas na tentativa de assegurar o abastecimento doméstico. Devido às baixas na vazão dos rios Santa Maria e Jucu, pela primeira vez na história, foi estabelecido o rodízio no abastecimento de água nos domicílios da Grande Vitória. 

A proposta de Majeski segue para análise das comissões de Justiça, Infraestrutura, Meio Ambiente e Finanças.  

Wagner Bourguignon//Web Ales 
(Reprodução autorizada mediante citação da Web Ales)
Plenário faz extra para votar remuneração de professor
Também na pauta estão outros dois projetos do Executivo, sobre limite de municípios e atuação da Procuradoria-Geral do Estado junto à Junta Comercial
Servidoras da segurança são homenageadas
Mulheres que trabalham nas polícias Civil e Militar e no Corpo de Bombeiros receberam homenagem em sessão solene
Magistério deve ter nova tabela remuneratória
Proposta do Executivo também traz mudanças na lei que trata da progressão de profissionais da educação
Fundo Cidades: Ales sinaliza apoio a municípios
Para o vice-presidente da Amunes, prefeito Luciano Pingo, repasse fundo a fundo torna mais rápida transferência de recursos necessários para demandas municipais
Plenário faz extra para votar remuneração de professor
Também na pauta estão outros dois projetos do Executivo, sobre limite de municípios e atuação da Procuradoria-Geral do Estado junto à Junta Comercial
Servidoras da segurança são homenageadas
Mulheres que trabalham nas polícias Civil e Militar e no Corpo de Bombeiros receberam homenagem em sessão solene
Magistério deve ter nova tabela remuneratória
Proposta do Executivo também traz mudanças na lei que trata da progressão de profissionais da educação
Não há notícias referenciadas.