Deputados isentam convidados em CPI

Em reunião, parlamentares não viram ligação entre administrador e lanterneiro com crime de sonegação, mas falaram que podem ser reconvocados

Por Karina Borgo

CPI da Sonegação
“Eu, como relator, entendi que não havia nenhuma ligação desses funcionários", disse Marcelo Santos / Foto: Tati Beling

O administrador Edmilson João Pena Lobo e o lanterneiro José Santos Oliveira prestaram esclarecimentos à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Sonegação em reunião realizada nesta quarta-feira (12), no Plenário Dirceu Cardoso.

Veja mais fotos da CPI

Os depoentes foram convocados a partir do depoimento do empresário José Carlos Stulzer, sócio-administrador da Selemar Log Ltda., investigado por sonegação fiscal e adulteração de combustíveis na área de transporte dos produtos.

O administrador disse que trabalhou para Stulzer por cerca de dez anos, porém, em uma empresa de saneamento básico, que funciona no mesmo terreno onde o empresário opera atividades relativas a transportes de passageiros e combustíveis. Edmilson Lobo negou envolvimento com as demais atividades realizadas no local.

O lanterneiro José Santos Oliveira afirmou ter trabalhado para a Selemar Log, mas que não fazia recebimento de veículos de transporte de combustíveis e nunca teria visto nada relacionado à prática de adulteração dos produtos.

“Eu, como relator, entendi que não havia nenhuma ligação desses funcionários com as (supostas) operações de adulteração de combustíveis e sonegação fiscal realizadas no local, mas deixamos bem claro que poderemos reconvocá-los a qualquer momento. No entanto, decidimos então reconvocar o senhor Stulzer para prestar mais esclarecimentos”, disse o relator da CPI, Marcelo Santos (PDT).

Os deputados Enivaldo dos Anjos (PSD), presidente da comissão, e Euclério Sampaio (sem partido), vice, concordaram com o relator.

A previsão era que o colegiado ouvisse mais dois convocados durante a reunião. Um deles, Gedeon Mata da Cruz, não compareceu por estar preso em São Paulo, devido a investigações de adulteração de combustíveis. Os deputados decidiram enviar os questionamentos por escrito à Secretaria de Justiça de São Paulo para que Cruz possa respondê-los. “Se não nos dermos por satisfeitos com as respostas há a possibilidade de estarmos presentes lá”, ressaltou o relator.

O outro depoente, Diego Henrique Otávio dos Santos, não justificou a ausência, e será reconvocado pela CPI.

Comissões: CPI da Sonegação
Políticas públicas para evitar violência contra mulher
Em audiência, frente parlamentar debateu importância de envolver núcleo familiar como meio de mitigar essa mazela
Quintino quer mudança em lei de reclusão de PMs
Segundo proposta, ex-PMs com até 10 anos de desligamento da corporação também terão direito a ficarem reclusos em instalações militares
PL: gestantes orientadas contra Aedes aegypti
Propositura de Xambinho prevê medidas de prevenção de doenças causadas pelo mosquito
Coinfra recebe fabricante de embarcações
Modelo de empresa de SP tem capacidade para 60 pessoas sentadas; Comissão de Infraestrutura já ouviu empresas que atuam no Rio e em Vitória
Políticas públicas para evitar violência contra mulher
Em audiência, frente parlamentar debateu importância de envolver núcleo familiar como meio de mitigar essa mazela
Quintino quer mudança em lei de reclusão de PMs
Segundo proposta, ex-PMs com até 10 anos de desligamento da corporação também terão direito a ficarem reclusos em instalações militares
PL: gestantes orientadas contra Aedes aegypti
Propositura de Xambinho prevê medidas de prevenção de doenças causadas pelo mosquito