CPI ouve acusado de matar cão em São Mateus

Indiciado pelo Polícia Civil, professor foi convocado a depor na CPI dos Maus-Tratos, que realiza reunião na cidade nesta quinta

Por Silvia Magna

CPI
Reunião será às 14 horas, na Câmara de Vereadores de São Mateus / Foto: Arte de Lucas Albani

O suspeito de abater um cachorro a tiros no último dia 22 de agosto, em São Mateus, será ouvido pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Maus-Tratos aos Animais. A oitiva acontece nesta quinta-feira (12), às 14 horas, na Câmara de Vereadores do município. Na ocasião, devem ser ouvidas a esposa do indiciado, uma testemunha e a tutora do cachorro.  

O acusado é professor e foi indiciado por maus-tratos pela Polícia Civil após a conclusão do inquérito, encaminhado para o Ministério Público (MP). Ele nega que tenha cometido o crime. 

A CPI, presidida pela deputada Janete de Sá (PMN), investiga denúncias de maus-tratos e abandono de animais no Espírito Santo. Fazem parte do colegiado os deputados Vandinho Leite (PSDB), Lorenzo Pazolini (sem partido), Gandini (PPS), Carlos Von( Avante) e Rafael Favatto (Patri). 
 

Mantido veto parcial a PL sobre pesagem de produtos
Estabelecimentos ficam desobrigados a destacar funcionário para conferir peso, mas deverão disponibilizar balança para uso do consumidor  
Descartáveis: semana para debater uso zero
Emílio Mameri sugere que data sirva para esclarecer impactos causados por esses produtos
Personal poderá ter livre acesso às academias
PL do Delegado Danilo Bahiense acaba com cobrança de taxas por parte dos alunos e educadores físicos
Doenças raras: diagnóstico tardio e custo do tratamento são entraves
Presidente de associação de apoio aos pacientes, Cristiane Alvarenga, defende criação de centro de referência para atendimento aos pacientes
Mantido veto parcial a PL sobre pesagem de produtos
Estabelecimentos ficam desobrigados a destacar funcionário para conferir peso, mas deverão disponibilizar balança para uso do consumidor  
Descartáveis: semana para debater uso zero
Emílio Mameri sugere que data sirva para esclarecer impactos causados por esses produtos
Personal poderá ter livre acesso às academias
PL do Delegado Danilo Bahiense acaba com cobrança de taxas por parte dos alunos e educadores físicos