PL quer incluir exame de hepatite C em hemograma

Objetivo é ajudar no diagnóstico precoce da doença que pode levar à morte

Por Nicolle Expósito

Dr. Rafael Favatto
Rafael Favatto é o autor da proposta / Foto: Ellen Campanharo

Em 2018 foram registrados 239 novos casos de hepatite C no Espírito Santo, sendo que um dos casos levou o paciente à morte. Os números são da Secretaria de Estado da Saúde, mas não conseguem revelar a real dimensão sobre o problema porque a doença é silenciosa e muitos convivem com o vírus sem saber. 

Uma medida simples, o exame de sangue anti-HCV, pode ajudar a detectar mais casos e evitar que as pessoas sofram as complicações decorrentes do mau funcionamento do fígado, principal problema desencadeado pela hepatite C. Por isso, o Projeto de Lei (PL) 792/2019 quer tornar obrigatória a realização de testes para detecção da doença sempre que  solicitado o exame de hemograma. 

Para o deputado Dr. Rafael Favatto (Patri), a medida é fundamental para sucesso do tratamento. “Se houver a detecção precoce do vírus no organismo, mais promissor será o tratamento. Com a introdução deste exame no bojo do exame de hemograma, a possibilidade de pessoas serem curadas será muito maior”, afirma o autor na justificativa da proposta.

Ainda segundo a justificativa apresentada pelo parlamentar, de cada 100 pacientes infectados, aproximadamente 80 não conseguem se livrar do vírus da hepatite C naturalmente. Desses, cerca de 25 vão apresentar cirrose, lesão grave no fígado, em até 20 anos. 

Hepatite C    

Entre os cinco tipos de vírus (A, B, C D e E), o C é considerado o pior, pois 75% dos casos se tornam crônicos. Como muitas vezes o paciente não apresenta sintomas, quando a doença é descoberta já causou danos severos e muitas vezes irreversíveis. Ainda não existe vacina contra o vírus. 

O contágio da hepatite C ocorre por meio do contato com sangue ou fluidos corporais contaminados, especialmente via compartilhamento de agulhas e instrumentos cortantes. 

Tramitação

O projeto foi lido em plenário e devolvido ao autor, que recorreu do despacho denegatório para assegurar a tramitação do projeto. Favatto aguarda, agora, o parecer da Comissão de Justiça, que vai analisar o recurso.

Deputados: Rafael Favatto
Comissão de Proteção à Criança debate saúde mental
Comissão de Proteção à Criança recebe, na segunda-feira (14), entidade sem fins lucrativos que realizada psicoterapia para crianças e adultos 
Mameri está no programa Com a Palavra desta 2ª
Em seu primeiro mandato na Assembleia, deputado ocupa a segunda secretaria e é autor de iniciativas na área da saúde e do meio ambiente
Cresce violência em Ecoporanga, aponta comunidade
Tendência vem sendo verificada este ano na cidade, que tem pouco mais de 23 mil habitantes e enfrenta problemas como tráfico de drogas e reduzido efetivo policial
Mais transparência para dados ambientais
Proposta de Sergio Majeski é embasada em iniciativa do Ministério Público Federal
Comissão de Proteção à Criança debate saúde mental
Comissão de Proteção à Criança recebe, na segunda-feira (14), entidade sem fins lucrativos que realizada psicoterapia para crianças e adultos 
Mameri está no programa Com a Palavra desta 2ª
Em seu primeiro mandato na Assembleia, deputado ocupa a segunda secretaria e é autor de iniciativas na área da saúde e do meio ambiente
Cresce violência em Ecoporanga, aponta comunidade
Tendência vem sendo verificada este ano na cidade, que tem pouco mais de 23 mil habitantes e enfrenta problemas como tráfico de drogas e reduzido efetivo policial