PL quer incluir exame de hepatite C em hemograma

Objetivo é ajudar no diagnóstico precoce da doença que pode levar à morte

Por Nicolle Expósito

Dr. Rafael Favatto
Rafael Favatto é o autor da proposta / Foto: Ellen Campanharo

Em 2018 foram registrados 239 novos casos de hepatite C no Espírito Santo, sendo que um dos casos levou o paciente à morte. Os números são da Secretaria de Estado da Saúde, mas não conseguem revelar a real dimensão sobre o problema porque a doença é silenciosa e muitos convivem com o vírus sem saber. 

Uma medida simples, o exame de sangue anti-HCV, pode ajudar a detectar mais casos e evitar que as pessoas sofram as complicações decorrentes do mau funcionamento do fígado, principal problema desencadeado pela hepatite C. Por isso, o Projeto de Lei (PL) 792/2019 quer tornar obrigatória a realização de testes para detecção da doença sempre que  solicitado o exame de hemograma. 

Para o deputado Dr. Rafael Favatto (Patri), a medida é fundamental para sucesso do tratamento. “Se houver a detecção precoce do vírus no organismo, mais promissor será o tratamento. Com a introdução deste exame no bojo do exame de hemograma, a possibilidade de pessoas serem curadas será muito maior”, afirma o autor na justificativa da proposta.

Ainda segundo a justificativa apresentada pelo parlamentar, de cada 100 pacientes infectados, aproximadamente 80 não conseguem se livrar do vírus da hepatite C naturalmente. Desses, cerca de 25 vão apresentar cirrose, lesão grave no fígado, em até 20 anos. 

Hepatite C    

Entre os cinco tipos de vírus (A, B, C D e E), o C é considerado o pior, pois 75% dos casos se tornam crônicos. Como muitas vezes o paciente não apresenta sintomas, quando a doença é descoberta já causou danos severos e muitas vezes irreversíveis. Ainda não existe vacina contra o vírus. 

O contágio da hepatite C ocorre por meio do contato com sangue ou fluidos corporais contaminados, especialmente via compartilhamento de agulhas e instrumentos cortantes. 

Tramitação

O projeto foi lido em plenário e devolvido ao autor, que recorreu do despacho denegatório para assegurar a tramitação do projeto. Favatto aguarda, agora, o parecer da Comissão de Justiça, que vai analisar o recurso.

Deputados: Rafael Favatto
Mantido veto parcial a PL sobre pesagem de produtos
Estabelecimentos ficam desobrigados a destacar funcionário para conferir peso, mas deverão disponibilizar balança para uso do consumidor  
Descartáveis: semana para debater uso zero
Emílio Mameri sugere que data sirva para esclarecer impactos causados por esses produtos
Personal poderá ter livre acesso às academias
PL do Delegado Danilo Bahiense acaba com cobrança de taxas por parte dos alunos e educadores físicos
Doenças raras: diagnóstico tardio e custo do tratamento são entraves
Presidente de associação de apoio aos pacientes, Cristiane Alvarenga, defende criação de centro de referência para atendimento aos pacientes
Mantido veto parcial a PL sobre pesagem de produtos
Estabelecimentos ficam desobrigados a destacar funcionário para conferir peso, mas deverão disponibilizar balança para uso do consumidor  
Descartáveis: semana para debater uso zero
Emílio Mameri sugere que data sirva para esclarecer impactos causados por esses produtos
Personal poderá ter livre acesso às academias
PL do Delegado Danilo Bahiense acaba com cobrança de taxas por parte dos alunos e educadores físicos