MP com Você discute violência contra mulher

Programa entrevista Cláudia Regina dos Santos, promotora de Justiça e coordenadora do Núcleo em Defesa dos Direitos das Mulheres do Ministério Público Estadual

Por Redação Web Ales, com a contribuição de Matheus Nobre

Rubem Roschel entrevista Cláudia Regina dos Santos
Entrevista inédita vai ao ar às 12h30 e às 22h45, na TV Assembleia / Foto: Tati Beling

As agressões praticadas contra as mulheres têm ganhado grande repercussão na mídia, trazendo o debate da violência de gênero para a agenda da sociedade. Na edição do programa MP com Você desta sexta-feira (8), a convidada da vez é a promotora de Justiça Cláudia Regina dos Santos.
Cláudia dos Santos atua como coordenadora no Núcleo de Enfrentamento às Violências de Gênero em Defesa dos Direitos das Mulheres (Nevid), uma iniciativa do Ministério Público Capixaba que visa diminuir as taxas de agressões e feminicídios no estado. O programa vai ao ar na TV Assembleia Legislativa às 12h30 e às 22h45.

Grande parte do esforço do setor está em capacitar profissionais para que possam atender às vítimas de abuso. “É emergencial que todos os agentes sejam capacitados, muitas vezes os casos de violência não recebem a devida orientação ou as vítimas se sentem desconfortáveis, justamente pelo despreparo dos profissionais”, afirma a promotora.

Além de esclarecer como funciona o núcleo e orientar as vítimas a como proceder diante de uma situação de agressão física ou psicológica, a promotora relembra que os canais de denúncia anônima permanecem abertos e atendem pelos números 180 ou 190.

O MP com Você é uma parceria entre a TV Assembleia e o Ministério Púbico do Espírito Santo (MP-ES). Sugestões de pauta, elogios ou reclamações podem ser enviadas ao e-mail imprensa@mp.es.gov.br.

A TV Assembleia pode ser assistida, na Grande Vitória, nos canais 19.2 aberto e digital, 319.2 da GVT, 12 da NET, 23 da RCA e 519.2 da Sky. Quem não mora na Região Metropolitana pode acompanhar a entrevista,  nos horários de exibição do programa, por meio do canal da TV Assembleia no YouTube.
 

Projeto regra religação de serviços essenciais
Pela proposta, religação normal dos serviços nas áreas urbanas deverá levar no máximo seis horas e as de urgência três horas, com o dobro do limite para zona rural
Pagamento no cartão para evitar corte de energia
O objetivo da matéria é dar mais opções para quitação de débitos e poupar a empresa do retrabalho de desligar e religar o serviço
Mobilidade urbana foi tema de debate e fiscalização em 2019
Comissão de Infraestrutura da Assembleia chamou sociedade, Poderes e entidades para discussão sobre os principais gargalos da área no Estado
Favatto quer fraldário para idosos em lojas
Pelo texto proposto, espaço também atenderia adultos com alguma deficiência
Projeto regra religação de serviços essenciais
Pela proposta, religação normal dos serviços nas áreas urbanas deverá levar no máximo seis horas e as de urgência três horas, com o dobro do limite para zona rural
Pagamento no cartão para evitar corte de energia
O objetivo da matéria é dar mais opções para quitação de débitos e poupar a empresa do retrabalho de desligar e religar o serviço
Mobilidade urbana foi tema de debate e fiscalização em 2019
Comissão de Infraestrutura da Assembleia chamou sociedade, Poderes e entidades para discussão sobre os principais gargalos da área no Estado