Torino é o entrevistado do programa Com a Palavra

O presidente da Comissão de Cultura e 2º vice-presidente da Casa avalia o seu primeiro ano no Parlamento Capixaba

Por Kissila Mell

Torino Marques
Torino Marques está no seu primeiro mandato / Foto: Ellen Campanharo

O programa Com a Palavra desta segunda-feira (18) exibe a entrevista com o deputado Adonias Marques de Abreu, popularmente conhecido pelo nome Torino Marques (PSL), apelido que carrega desde o início da carreira como radialista. Ao todo são 36 anos como profissional de comunicação social e como deputado estadual está em seu primeiro ano de mandato.

Na posição de entrevistado, Torino destaca a dedicação e a harmonia entre os parlamentares da Casa. A conversa inédita vai ao ar na TV Assembleia às 12 horas, com reprise às 18 horas e às 22h15.

No programa, Torino Marques ressalta as percepções iniciais de aprendizado, conhecimento e definições no Parlamento, e o direcionamento de seus projetos (15 Projetos de Lei) e indicações (116) para atender as principais demandas do cidadão capixaba.

Presidente da Comissão de Cultura e Comunicação, 2º vice-presidente da Ales, vice-presidente da Comissão de Turismo e Desportos, membro titular da Comissão de Agricultura, membro titular da Corregedoria e ainda atua em outras frentes parlamentares, como por exemplo, presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Qualidade de Vida da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista. Eleito com 22.085 votos, o deputado Torino Marques defende o trabalho árduo de um parlamentar e diz que quer ser lembrado como um excelente político.

Programa

A edição inédita do programa Com a Palavra desta segunda-feira vai ao ar às 12 horas, com reprise às 18 horas e às 22h15, na TV Assembleia. Confira os canais de exibição na Grande Vitória: 19.2 aberto e digital, 319.2 da GVT, 12 da NET, 23 da RCA e 519.2 da Sky. Nesses horários, o programa poderá ser visto pela internet, no canal da TV Assembleia do YouTube.

Deputados: Torino Marques
Projeto regra religação de serviços essenciais
Pela proposta, religação normal dos serviços nas áreas urbanas deverá levar no máximo seis horas e as de urgência três horas, com o dobro do limite para zona rural
Pagamento no cartão para evitar corte de energia
O objetivo da matéria é dar mais opções para quitação de débitos e poupar a empresa do retrabalho de desligar e religar o serviço
Mobilidade urbana foi tema de debate e fiscalização em 2019
Comissão de Infraestrutura da Assembleia chamou sociedade, Poderes e entidades para discussão sobre os principais gargalos da área no Estado
Favatto quer fraldário para idosos em lojas
Pelo texto proposto, espaço também atenderia adultos com alguma deficiência
Projeto regra religação de serviços essenciais
Pela proposta, religação normal dos serviços nas áreas urbanas deverá levar no máximo seis horas e as de urgência três horas, com o dobro do limite para zona rural
Pagamento no cartão para evitar corte de energia
O objetivo da matéria é dar mais opções para quitação de débitos e poupar a empresa do retrabalho de desligar e religar o serviço
Mobilidade urbana foi tema de debate e fiscalização em 2019
Comissão de Infraestrutura da Assembleia chamou sociedade, Poderes e entidades para discussão sobre os principais gargalos da área no Estado