Cidadania vai discutir drenagem do Rio Marinho

Colegiado está preocupado com notificação dada a 55 famílias para deixem suas casas no prazo de 30 dias

Por Márcia Tourinho | Atualizado há 7 meses

Ponte sob o Rio Marinho
Rio Marinho faz a divisa dos municípios de Vila Velha e Cariacica / Foto: Romero Mendonça/Secom

A Comissão de Cidadania da Casa realiza reunião ordinária nesta terça-feira (3) para discutir a macrodrenagem do Rio Marinho, na região de Vila Velha e Cariacica, e a notificação para que 55 famílias deixem suas residências no prazo de 30 dias. A reunião acontecerá às 13h30, no Plenário Judith Leão Castello Ribeiro.

Foram convidados para o debate o representante das famílias que receberam a notificação e o vice-presidente da Associação de Moradores de Nova América (Vila Velha), Marcos de Souza, que é presidente da Comissão de Direitos Humanos e Ações Sociais da OAB Vila Velha. 

Também na lista de convidados para esclarecimentos estão o secretário de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Marcus Antônio Vicente; o secretário de Obras de  de Cariacica, José Luiz Campos; o titular da Secretaria de Desenvolvimento da Cidade e Meio Ambiente de Cariacica (Semdec), Cláudio Denicoli dos Santos;  e o diretor-geral do Departamento de Edificações e de Rodovias do Estado do Espírito Santo (DER-ES), Luiz Cesar Maretto Coura. 

Segundo o site da Prefeitura Municipal de Vila Velha, a macrodrenagem do Rio Marinho, obra do governo do Estado e que envolve as administrações de Vila Velha e Cariacica, tem o objetivo de diminuir os impactos das fortes chuvas na vida da população que mora às margens dos canais. A obra foi iniciada em junho e inclui a limpeza do rio e outros canais e a instalação das bombas para dar maior fluxo, velocidade e escoamento das águas das chuvas.

Já a Prefeitura Municipal de Cariacica destaca em seu site que os residentes do entorno do Rio Marinho foram notificados  e devem se mudar, pois, além de ocuparem uma área protegida por lei, a obra  de limpeza e instalação de bombas nos canais do rio pode comprometer  a estrutura das construções.

Conforme informação da Secretaria Municipal de Desenvolvimento da Cidade e Meio Ambiente de Cariacica (Semdec), as famílias notificadas serão inscritas no Programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, e será feita análise de cada caso.

Comissão

Fazem parte do colegiado o deputado Enivaldo dos Anjos (PSD), presidente, a deputada Iriny Lopes (PT), vice-presidente; e os deputados Delegado Lorenzo Pazolini (sem partido), Adilson Espindula (PTB) e Raquel Lessa (Pros), membros efetivos. Carlos Von (Avante), Freitas (PSB), Delegado Danilo Bahiense (PSL), Janete de Sá (PMN), Renzo Vasconcelos (Progressistas) são membros suplentes.

Comissões: Cidadania
Vice-governadora avalia participação de mulheres na política
Em entrevista ao Portal Web Ales, Jaqueline Moraes falou sobre os desafios para superar a baixa representatividade feminina na política
Exigida divulgação de gratuidade em cartório
Torino quer maior visibilidade para lei federal que proíbe cobrança de valores no registro estatutário de associações de moradores 
Espaço para a imprensa capixaba na Ales
Projeto cria ambiente destinado à história da imprensa no Espírito Santo, com fotos e dados sobre revistas e jornais dos municípios
PL prorroga validade de licenças e alvarás
Objetivo é conceder mais 180 dias de prazo em virtude de dificuldades de renovação durante a pandemia
Vice-governadora avalia participação de mulheres na política
Em entrevista ao Portal Web Ales, Jaqueline Moraes falou sobre os desafios para superar a baixa representatividade feminina na política
Exigida divulgação de gratuidade em cartório
Torino quer maior visibilidade para lei federal que proíbe cobrança de valores no registro estatutário de associações de moradores 
Espaço para a imprensa capixaba na Ales
Projeto cria ambiente destinado à história da imprensa no Espírito Santo, com fotos e dados sobre revistas e jornais dos municípios