Von quer restrição de açúcar em escolas

Projeto proíbe fornecimento para crianças de até 2 anos de idade em instituições públicas e privadas

Por Redação Web Ales, com a contribuição de Matheus Nobre

Carlos Von
Proposta de Carlos Von deve ser analisada por quatro comissões da Casa / Foto: Tati Beling

Na intenção de preservar a saúde das crianças com até 2 anos de idade, o deputado Carlos Von (Avante) propôs uma medida para proibir o fornecimento de açúcar nas escolas públicas e privadas do estado. Segundo o autor do Projeto de Lei (PL) 958/2019, o objetivo é conscientizar pais e responsáveis sobre os malefícios do consumo do produto. 

“Uma boa nutrição durante o período neonatal e a infância é essencial para assegurar um satisfatório crescimento e desenvolvimento da criança e uma saúde melhor mais tarde em sua vida, evitando-se a preferência, na fase adulta, de alimentos predominantemente constituídos de açúcar e outras gorduras”, afirmou Von em sua justificativa.

O PL 958/2019 foi lido em plenário e seguiu para análise das comissões de Justiça, Educação, Saúde e Finanças.

Alimentação escolar

De acordo com Von, a proposição vai ao encontro das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde e adverte sobre a necessidade de controle do que as instituições de ensino oferecem na alimentação escolar.

No dia 13 de novembro, o Ministério da Saúde lançou o Guia Alimentar para Crianças Brasileiras, contendo orientações e formas de assistência para tratar do tema. 

O guia também serve como material de apoio para profissionais de saúde, educação e assistência social que cuidam de crianças em seus locais de trabalho, como hospitais, creches, escolas e outros espaços comprometidos com a promoção de uma alimentação adequada e saudável para crianças.
 

Deputados: Carlos Von
Projeto regra religação de serviços essenciais
Pela proposta, religação normal dos serviços nas áreas urbanas deverá levar no máximo seis horas e as de urgência três horas, com o dobro do limite para zona rural
Pagamento no cartão para evitar corte de energia
O objetivo da matéria é dar mais opções para quitação de débitos e poupar a empresa do retrabalho de desligar e religar o serviço
Mobilidade urbana foi tema de debate e fiscalização em 2019
Comissão de Infraestrutura da Assembleia chamou sociedade, Poderes e entidades para discussão sobre os principais gargalos da área no Estado
Favatto quer fraldário para idosos em lojas
Pelo texto proposto, espaço também atenderia adultos com alguma deficiência
Projeto regra religação de serviços essenciais
Pela proposta, religação normal dos serviços nas áreas urbanas deverá levar no máximo seis horas e as de urgência três horas, com o dobro do limite para zona rural
Pagamento no cartão para evitar corte de energia
O objetivo da matéria é dar mais opções para quitação de débitos e poupar a empresa do retrabalho de desligar e religar o serviço
Mobilidade urbana foi tema de debate e fiscalização em 2019
Comissão de Infraestrutura da Assembleia chamou sociedade, Poderes e entidades para discussão sobre os principais gargalos da área no Estado