Bernadette Lyra está no Dedo de Prosa desta 6ª

Escritora fala sobre seu último livros de crônicas e a paixão de escrever; entrevista inédita vai ao ar às 13 horas, na TV Assembleia

Por Gabriela Zorzal

Bernadette Lyra
Bernadette Lyra, 81 anos, é autora de vários livros / Foto: Facebook Bernadette Lyra

“Guananira” é o último livro de crônicas de Bernadette Lyra. Os textos traçam uma cartografia memorial e afetiva da Ilha do Mel, a cidade de Vitória. A autora fala sobre a obra e outros destaques de sua carreira literária no programa Dedo de Prosa desta sexta-feira (14), na TV Assembleia. A entrevista inédita vai ao ar às 13 horas, com reprise às 18h30 e às 23h15.

A obra reúne 25 textos que trabalham a cartografia, o afeto e a saudade da Ilha de Vitória. Durante a entrevista para a TV Assembleia, Bernadette não esconde a paixão pelo Espírito Santo, personagem importante de vários de seus livros.  

Bernadette nasceu em Conceição da Barra e tem uma carreira literária consolidada. Ele é autora de “Memórias das Ruínas de Creta” (1997; 2018), “Tormentos ocasionais” (1998), “O parque das felicidades” (2009), “Água Salobra” (2017) e “A capitoa” (2019). 

A escritora, de 81 anos, garante que tem muito fôlego para continuar escrevendo. “Escrever é a minha profissão. Eu escrevo oito horas por dia, com muita disciplina. A inspiração é uma partícula especial do trabalho do escritor, o restante é suor e disciplina”, conta durante a entrevista.

Assista à edição inédita desta sexta-feira, às 13 horas, com reprise às 18h30 e às 23h15, na TV Assembleia. Confira os canais de exibição na Grande Vitória: 19.2 aberto e digital, 319.2 da GVT, 12 da NET, 23 da RCA e 519.2 da Sky. Nesses horários, o programa poderá ser visto pela internet, no canal da TV Assembleia pelo YouTube
 

Descartáveis: semana para debater uso zero
Emílio Mameri sugere que data sirva para esclarecer impactos causados por esses produtos
Personal poderá ter livre acesso às academias
PL do Delegado Danilo Bahiense acaba com cobrança de taxas por parte dos alunos e educadores físicos
Doenças raras: diagnóstico tardio e custo do tratamento são entraves
Presidente de associação de apoio aos pacientes, Cristiane Alvarenga, defende criação de centro de referência para atendimento aos pacientes
Reaproveitamento do plástico em debate
Evento abordou a importância de tratar a reciclagem com viés econômico
Descartáveis: semana para debater uso zero
Emílio Mameri sugere que data sirva para esclarecer impactos causados por esses produtos
Personal poderá ter livre acesso às academias
PL do Delegado Danilo Bahiense acaba com cobrança de taxas por parte dos alunos e educadores físicos
Doenças raras: diagnóstico tardio e custo do tratamento são entraves
Presidente de associação de apoio aos pacientes, Cristiane Alvarenga, defende criação de centro de referência para atendimento aos pacientes