Testagem e hospital de campanha pautam discursos

Pronunciamentos foram feitos na sessão virtual desta quarta (20)

Por Larissa Lacerda

Vandinho Leite
Parlamentar falou sobre a necessidade de estruturar as unidades de saúde / Foto: Divulgação

A falta de testes para diagnóstico da Covid-19 e a instalação de um hospital de campanha no Espírito Santo foram temas de pronunciamentos dos parlamentares durante a sessão ordinária realizada por videoconferência nesta quarta-feira (20).

Acompanhe mais imagens da sessão online

No início da pandemia, a orientação da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) era para que as pessoas procurassem atendimento apenas se apresentassem sintomas virais graves. Porém, esse protocolo foi alterado. A mudança foi discutida por parlamentares que alertaram para a falta de testes nas unidades básicas de saúde dos municípios.

“A nova orientação da Secretaria de Estado da saúde é de procurar as unidades básicas ao apresentar sintomas leves de gripe. Mas por outro lado, temos relatos da dificuldade para conseguir fazer o exame de diagnóstico da Covid-19. Apesar da mudança de protocolo de atendimento, infelizmente as famílias têm procurado atendimento e não conseguem fazer o teste por falta de estrutura”, apontou o deputado Delegado Lorenzo Pazolini (Republicanos).

O deputado Vandinho Leite (PSDB) também falou sobre a necessidade de estruturar as unidades de saúde. “Preocupa muito essa questão porque o que ouço é uma extrema dificuldade das unidades de saúde em estarem acolhendo a população. E como essas unidades vão separar pacientes com sintomas virais ou não, e operar isso de forma que não gere mais infecções é o grande desafio. E a dificuldade de fazer o teste é realmente enorme”.

Alexandre Xambinho (PL) também apontou para a dificuldade de testagem. “Recebi várias ligações de moradores da Serra que foram em unidades de saúde e não encontram testes nas unidades. Esse protocolo tem que ser alinhado com as unidades e os secretários municipais. O mais importante é o teste na ponta no atendimento primário. Vemos uma mudança de protocolo repentina, mas não vemos uma estruturação dessa mudança para que possa atender as pessoas que estão com esses leves sintomas”.

Hospitais de campanha

Doutor Hércules (MDB) defendeu a instalação de um hospital de campanha para aumentar a capacidade de tratamento dos infectados. “Fiz uma indicação no mês passado sugerindo que o governo avalie a montagem de um hospital de campanha no Pavilhão de Carapina, porque lá já tem uma estrutura, cobertura, estacionamento, o que teria uma condição melhor. O mais importante agora é a vida humana. O doutor infectologista Lauro Ferreira Pinto alertou para a necessidade de um hospital de campanha no estado, temos que ouvir e respeitar os especialistas”. Xambinho também defende a instalação de um hospital de campanha para enfrentamento da pandemia no Estado.

Já o deputado Hudson Leal (Republicanos) tem opinião diferente. “No momento, eu sou contra o hospital de campanha. O governo do Estado contratou mais de 300 leitos entre UTI e enfermaria. O Estado está se preparando para o número de leitos onde já tem estrutura básica de atendimento. O hospital de campanha no momento não é necessário. Quando o hospital está começando, não tem a qualidade de atendimento de um hospital maduro já experiente”.

Dr. Emílio Mameri (PSDB) sugeriu a instalação de um ambulatório de campanha no Hospital da Polícia Militar (HPM) voltado para tratamento da saúde mental dos profissionais de saúde e serviços essenciais. “Gostaria de chamar atenção para um problema muito sério. O problema da saúde mental, especialmente daqueles que estão atuando na linha de frente desse combate contra a pandemia. Fiz uma indicação para pedir ao governo a criação de um ambulatório de campanha para atender esses profissionais que estão sob grande pressão e precisam do auxílio do Estado”.

Data comemorativa

Hoje, 20 de maio, é comemorado o Dia Nacional do Técnico e Auxiliar de Enfermagem. A data foi lembrada durante a sessão. Os deputados Dary Pagung (PSB), Doutor Hércules, Dr. Emílio Mameri, Delegado Lorenzo Pazolini, Delegado Danilo Bahiense (PSL), Hudson Leal, Alexandre Xambinho e Janete de Sá (PMN) prestaram homenagem a esses profissionais e cobraram maior valorização da categoria que atua na linha de frente nos atendimentos de paciente contaminados pela Covid-19.

“A data de hoje fecha a Semana da Enfermagem, que começou no dia 12 de maio com o Dia Nacional do Enfermeiro. Eu, que faço parte dessa categoria, mas hoje não atuo, quero render minha homenagem a essa categoria valorosa que orienta, que cuida, que restabelece a saúde das pessoas. E que mesmo diante de todas as adversidades, como salários baixos, jornadas extenuantes, a falta de pagamento dos 40% de insalubridade, está ali na frente da pandemia, atuando contra o coronavírus, arriscando sua própria saúde para salvar a vida das pessoas”, destacou a deputada Janete.

“Os técnicos de enfermagem precisam ser valorizados pois prestam um serviço maravilhoso para toda a população. Realmente, são heróis que estão na linha de combate”, concluiu Mameri.

Matéria altera comando da Escola do Legislativo
Hoje, presidência da escola cabe ao 1º secretário; proposta é que qualquer deputado indicado pela Mesa Diretora possa assumir o cargo 
Deputado alerta para riscos da pesca de arrasto
Em discurso na sessão, Favatto afirmou que prática é extremamente prejudicial ao ecossistema marinho no Espírito Santo
Ales debate segurança em Ibatiba e região
Audiência pública da Comissão de Segurança será nesta quinta-feira, às 19 horas, por videoconferência
Assembleia aprova regras para gás canalizado
O objetivo é dar segurança jurídica ao mercado e garantir um ambiente de negócios aberto e competitivo
Matéria altera comando da Escola do Legislativo
Hoje, presidência da escola cabe ao 1º secretário; proposta é que qualquer deputado indicado pela Mesa Diretora possa assumir o cargo 
Deputado alerta para riscos da pesca de arrasto
Em discurso na sessão, Favatto afirmou que prática é extremamente prejudicial ao ecossistema marinho no Espírito Santo
Ales debate segurança em Ibatiba e região
Audiência pública da Comissão de Segurança será nesta quinta-feira, às 19 horas, por videoconferência