Projeto obriga circuito de TV em pet shop

Segundo o autor da medida, Dr. Rafael Favatto, objetivo é dar mais tranquilidade e segurança aos donos dos animais 

Por Aldo Aldesco

Mulher usa chuveiro para dar banho em cão
Matéria prevê câmeras na recepção e na sala de tosa e banho / Foto: Divulgação

Os donos de cães e gatos poderão ter mais controle e tranquilidade quando deixarem seus animais de estimação para tratamento ou hospedagem nos estabelecimentos conhecidos como petshops. Tramita na Casa Projeto de Lei (PL) 532/2020, de autoria do deputado Dr. Rafael Favatto (Patri). A matéria estabelece a obrigatoriedade de instalação de circuito interno de TV nas áreas de prestação de serviços e na sala de visitas ou recepção no petshop. 

As câmeras de gravação do circuito interno devem garantir ao dono do animal acompanhá-lo “ao longo de sua permanência nas instalações desses estabelecimentos”, conforme o texto da proposição. Além disso, as imagens devem ficar disponíveis aos clientes por 30 dias. 

O deputado considera que os circuitos internos devem dar mais segurança aos donos dos animais. “Frequentemente são noticiados pela imprensa maus-tratos a esses animais nas dependências dessas lojas. Muitas vezes, à revelia dos proprietários dos estabelecimentos. Portanto, esta propositura beneficia não apenas os clientes, como também os proprietários de pets shops”, argumenta Favatto.

Tramitação

A matéria segue para análise nas comissões de Justiça, de Proteção ao Meio Ambiente e aos Animais e de Finanças.
 

Morte de ambientalista repercute na Assembleia
Luciana Antonini foi encontrada morta no sábado (17) na praia em Anchieta, com sinais de violência
CRM elogia atuação do SUS na pandemia
Para presidente do Conselho Regional de Medicina, Celso Murad, sistema público conseguiu dar respostas rápidas e eficientes e destacou qualidade dos profissionais 
Novas matérias começam a tramitar na Casa
Na Ordem do Dia, entretanto, votação ficou "trancada" devido a pedido de prazo
PL: pulseira pode auxiliar idoso e doente crônico
Ideia é que dispositivo eletrônico seja distribuído pelas unidades de saúde, com uso opcional, para agilizar socorro em caso de emergência
Morte de ambientalista repercute na Assembleia
Luciana Antonini foi encontrada morta no sábado (17) na praia em Anchieta, com sinais de violência
CRM elogia atuação do SUS na pandemia
Para presidente do Conselho Regional de Medicina, Celso Murad, sistema público conseguiu dar respostas rápidas e eficientes e destacou qualidade dos profissionais 
Novas matérias começam a tramitar na Casa
Na Ordem do Dia, entretanto, votação ficou "trancada" devido a pedido de prazo