Comissões voltam para formato virtual

Presidente Erick Musso anunciou suspensão de atividades de colegiados em formato híbrido como medida para conter avanço dos casos de Covid-19

Por Gleyson Tete

Deputado Erick musso sentado fala no microfone do Plenário Dirceu Cardoso
Erick Musso durante anúncio de retorno das reuniões das comissões da Casa ao formato virtual / Foto: Ellen Campanharo

O presidente da Assembleia Legislativa (Ales) Erick Musso (Republicanos) anunciou durante a sessão ordinária híbrida desta segunda-feira (15) a volta das reuniões das comissões parlamentares apenas no formato virtual. Os encontros vinham acontecendo de maneira híbrida. A medida prevista no Ato 480/2021, publicado no Diário do Poder Legislativo (DPL) desta segunda-feira, é motivada pelo alastramento da Covid-19 no Espírito Santo e vale, inicialmente, pelos próximos 30 dias. 

Ele pediu a compreensão dos pares e informou que no final da tarde iria participar de uma reunião com o comando do Executivo estadual e outras autoridades para analisar medidas a serem tomadas no Estado. “Também vou proibir nas dependências da Casa grupos de risco e pessoas com comorbidade. Essas são as medidas de hoje, vou avaliar de hoje para amanhã, depois da reunião vamos decidir”, disse.

De acordo com Musso, dependendo do cenário, outras medidas poderão ser tomadas, como suspensão das sessões híbridas, fechamento dos gabinetes para atendimento ao público externo e limitação da capacidade dos setores administrativos. “Se for preciso tranco a Assembleia para resguardar os servidores e quem transita por aqui”, salientou.

Transparência

Três novas iniciativas foram lançadas por Musso durante a sessão com o intuito de ampliar a transparência e a virtualização dos serviços da Assembleia: Alesinha, ferramenta de inteligência artificial; BIP Legis, plataforma de digitalização de processos da Casa e a Ouvidoria digital, e-OUV.

“Com a Alesinha seremos a primeira Assembleia do Brasil com inteligência artificial e o primeiro poder público do Estado. (...) O BIP Legis dá acesso rápido à estrutura organizacional, tem um adesivo com QR Code nas mesas dos deputados para acessar. Vamos usar menos papel e encontrar rápido os serviços internos da Assembleia. Vamos instalar um totem na frente da Assembleia e qualquer cidadão poderá fazer consulta sobre seu parlamentar”, prometeu.

A respeito da Ouvidoria Digital, Musso falou sobre a plataforma, disponível no portal da Assembleia, em que as pessoas poderão realizar reclamações, denúncias, sugestões ou elogios, tendo a possibilidade de acompanhar o andamento da demanda através do próprio sistema.


O ouvidor da Ales, deputado Renzo Vasconcelos (PP), disse que a mudança ajudará o trabalho dele e vai estreitar o diálogo da Assembleia com os capixabas. “É uma plataforma para receber denúncias e reclamações sem precisar sair de casa. Vem ao encontro do momento de pandemia, um sistema rápido e prático. O cidadão vai poder acompanhar tudo em tempo real”, comemorou.

Além das três novidades, Musso ainda destacou o Projeto de Resolução (PR) 06/2021, da Mesa Diretora, que cria o Núcleo do Terceiro Setor “Otacílio Coser” e foi lido no Expediente; e o Procon Virtual, para levar os trabalhos do órgão também para o ambiente digital.

Pólio: deputado destaca importância de vacinação
Doutor Hércules, presidente da Comissão de Saúde, alertou que a baixa cobertura vacinal causa risco de a paralisia infantil retornar ao país
Cultura debate incentivo à literatura infantil
A escritora Joana Herkenhoff apresentou sua primeira obra infantil e cobrou melhoria das políticas públicas de fomento ao setor 
Reunião de Segurança tem cobranças ao governo
Bahiense pediu força-tarefa para investigar desaparecimento de policial, enquanto Assumção cobrou instalação de lombada em estrada
Atendimento a paciente queimado em pauta
Projeto Fênix, que atua na reabilitação de pessoas que sofreram queimaduras, será apresentado na Comissão de Saúde
Pólio: deputado destaca importância de vacinação
Doutor Hércules, presidente da Comissão de Saúde, alertou que a baixa cobertura vacinal causa risco de a paralisia infantil retornar ao país
Cultura debate incentivo à literatura infantil
A escritora Joana Herkenhoff apresentou sua primeira obra infantil e cobrou melhoria das políticas públicas de fomento ao setor 
Reunião de Segurança tem cobranças ao governo
Bahiense pediu força-tarefa para investigar desaparecimento de policial, enquanto Assumção cobrou instalação de lombada em estrada