Iriny quer garantir moradia na pandemia

Iniciativa proíbe despejo de famílias carentes ou remoções de construções enquanto durar o estado de calamidade pública

Por Wanderley Araújo | Atualizado há 10 meses

Pessoas organizam mobília para mudança
Projeto também proíbe despejo de famílias carentes que perderam renda em caso de atraso no aluguel / Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

A deputada Iriny Lopes (PT) apresentou o Projeto de Lei (PL) 125/2021, que proíbe despejo de famílias ou remoção de moradias no Espírito Santo enquanto durar o estado de calamidade pública decretado por causa da pandemia. Emenda apresentada pela autora da proposta ao texto original suspende o cumprimento de medida judiciais, extrajudiciais ou administrativas que resultem em despejos, desocupações ou remoções forçadas, em imóveis privados ou públicos, urbanos ou rurais, até 31 de dezembro de 2022, em todo o estado.

A medida proposta pretende barrar ações judiciais, extrajudiciais ou administrativas que possam alcançar imóveis privados ou públicos, tanto na zona urbana como rural. Antes da votação pelos deputados, a proposta será analisada pelas comissões de Justiça, Defesa do Consumidor e Finanças.

Ao defender a matéria, a deputada argumenta que a Organização das Nações Unidas (ONU) publicou documento sobre prevenção de despejos e remoções na crise da Covid-19. Iriny destaca que, de acordo com a ONU, é preciso que os governos adotem medidas emergenciais para atender as necessidades básicas de comunidades ou bairros vulneráveis. Entre as providências, que devem vir juntamente com a proteção contra o desabrigo, a deputada destaca o direito a alimentos, água, saneamento, higiene e cuidados primários de saúde.

Caso vire lei, enquanto durar a pandemia, nenhuma família carente, que estiver sem renda, poderá ser despejada de imóvel alugado, por falta de pagamento. Da mesma forma, pequenos produtores não poderão ser removidos de áreas públicas ou privadas utilizadas para o cultivo de alimentos.   

Deputados: Iriny Lopes
Parceria busca aprimorar trabalho de servidores
Ales e Esesp assinaram termo de cooperação que promove intercâmbio e possibilita a servidores públicos participar de diferentes atividades promovidas pelas instituiç...
Deputados vão tomar posse em sessão solene
Marcada para 10 horas de quarta-feira (1º), solenidade terá termo de compromisso e entrega da Comenda Domingos Martins
Polese: trabalho contra a corrupção e a burocracia
Iniciante na Assembleia, Lucas Polese promete imprimir postura combativa que o notabilizou nas redes sociais e atuar pelo fortalecimento do Poder Legislativo
Bahiense: segurança pública como prioridade
Parlamentar reeleito diz que vai lutar pela melhoria da remuneração e das condições de trabalho dos servidores da área 
Parceria busca aprimorar trabalho de servidores
Ales e Esesp assinaram termo de cooperação que promove intercâmbio e possibilita a servidores públicos participar de diferentes atividades promovidas pelas instituiç...
Deputados vão tomar posse em sessão solene
Marcada para 10 horas de quarta-feira (1º), solenidade terá termo de compromisso e entrega da Comenda Domingos Martins
Polese: trabalho contra a corrupção e a burocracia
Iniciante na Assembleia, Lucas Polese promete imprimir postura combativa que o notabilizou nas redes sociais e atuar pelo fortalecimento do Poder Legislativo