Saúde debate acidentes com crianças

Segundo pediatra, chega a 70% a chance de sobrevivência sem sequelas de crianças que recebem o socorro adequado

Por Gabriela Knoblauch, com edição de Angèle Murad | Atualizado há 1 mês

Mulher loira com camisa branca e calça rosa fala ao microfone em pé
Aline Rodrigues defendeu o treinamento de funcionários de escolas e empresas  / Foto: Ana Salles

A Comissão de Saúde discutiu, nesta terça-feira (9), a prevenção de acidentes e primeiros socorros em crianças, em especial em escolas e empresas. A pediatra intensivista Aline Rodrigues destacou a importância de orientar funcionários sobre o protocolo de atendimento em situações de emergência, conhecidos como suporte básico de vida. 

Álbum de fotos

“Essa noção básica de socorrer é responsável por até 70% de chance de a criança chegar bem ao hospital e sobreviver sem sequelas. Precisamos focar na prevenção e – se algo ocorrer – que as pessoas estejam preparadas para prestar esse atendimento”, defendeu a médica. Entre os protocolos estão a manobra de desengasgo e a massagem cardiopulmonar. 

Prevenção

Quanto à prevenção, Rodrigues deu destaque para os alimentos que costumam causar engasgos, como pipoca, uva e tomate cereja. “Existem alguns alimentos que apresentam mais chance de engasgo como alimentos mais arredondados e rígidos. Eles podem ser oferecidos às crianças, mas com o corte adequado”, alertou.

A médica ainda citou a importância de cumprimento da Lei Federal 13.722/2018. Conhecida com Lei Lucas, a norma torna obrigatória a capacitação em noções básicas de primeiros socorros de professores e funcionários de estabelecimentos públicos e privados de educação básica e de estabelecimentos de recreação infantil. 

Aline Rodrigues ressaltou que as escolas ainda têm dificuldade em ofertar esse treinamento, uma vez que ele é dado pelo Corpo de Bombeiros, que não vem conseguindo suprir a demanda. Outra dificuldade é a alta rotatividade de funcionários das escolas e a falta de fiscalização do cumprimento da lei.

O presidente da comissão, deputado Dr. Hércules (Patri), disse que enviará ofício às secretarias estaduais de Saúde e Educação com a sugestão de treinamento em suporte básico de vida nas escolas e empresas. Também estavam presentes na reunião o vice-presidente da comissão, deputado Dr. Emílio Mameri (PSDB), e o deputado Luciano Machado (PSB).

Comissões: Saúde
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio 
Homens estão entre as principais vítimas de suicídio
Morte autoprovocada é quase quatro vezes maior entre homens e a terceira principal causa de óbito na faixa de 15 a 29 anos, apontam dados oficiais
"Cola" é recurso para ajudar eleitor a votar
Anotar os números dos candidatos diminui consideravelmente chance de erros na hora da votação e contribui para agilizar processo
PEC da Polícia Científica começa a tramitar
Iniciativa desvincula os peritos da PCES, reforçando autonomia e independência da categoria. Cinco emendas já foram apresentadas à proposta
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio 
Homens estão entre as principais vítimas de suicídio
Morte autoprovocada é quase quatro vezes maior entre homens e a terceira principal causa de óbito na faixa de 15 a 29 anos, apontam dados oficiais
"Cola" é recurso para ajudar eleitor a votar
Anotar os números dos candidatos diminui consideravelmente chance de erros na hora da votação e contribui para agilizar processo