Prazo para emendas à LOA termina nesta 5ª

Deputados têm até as 19 horas para protocolar sugestões ao projeto do Executivo que trata do Orçamento estadual para o próximo ano

Por Redação Web Ales, com edição de Angèle Murad

Quatro deputados sentados atrás de mesa
Próximo passo é análise das sugestões pela Comissão de Finanças / Foto: Ellen Campanharo

Termina nesta quinta-feira (23), às 19 horas, o prazo para que os deputados estaduais protocolem emendas ao Projeto de Lei 457/2022, iniciativa do Executivo para instituir a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2023. As propostas de cada parlamentar não podem ultrapassar o valor total de R$ 1,5 mil, limite definido pelo governo estadual. 

O Projeto de Lei (PL) 457/2022 foi protocolado no dia 30 de dezembro e estima as receitas e fixa as despesas públicas do Estado em R$ 22.507.308.118. Essa verba é 11% maior que a aprovada no ano passado. Com o R$ 1,5 milhão confirmado pelo deputado, o Executivo terá de remanejar mais R$ 15 milhões para a reserva técnica atual, de R$ 30 milhões, detalhando de onde sairá esse recurso.

Segundo o cronograma da Comissão de Finanças, a análise das emendas deverá começar na sexta (25) e vai até o dia 7 de dezembro. Depois, é a vez de o relator da matéria e presidente do colegiado, deputado Freitas (PSB), elaborar seu parecer. Nesse relatório, ele apontará o acolhimento ou não das sugestões dos parlamentares. Ainda de acordo com o cronograma, a votação do parecer no colegiado e o encaminhamento ao Plenário da matéria devem acontecer na primeira quinzena de dezembro. 

Por meio de emendas ao Orçamento, os deputados propõem alterações no texto da LOA 2023 ou nos valores de programas e ações, podendo aumentar ou reduzir recursos e ainda destinar verbas para entidades sem fins lucrativos, fazendo propostas para áreas diversas como saúde, educação e infraestrutura. Todas as emendas são protocoladas em um sistema da própria Comissão de Finanças. 

Sessão destaca nomes no combate à violência contra a mulher
Dia Internacional para Eliminação da Violência Contra as Mulheres pautou solenidade na Assembleia. Casos de feminicídio subiram 46% em um ano no ES
Assembleia decreta luto por ataques em Aracruz
Os episódios envolvendo duas escolas do município capixaba repercutem em todo o país; dois professores e uma aluna de 12 anos foram mortos 
Cicloturismo ganha legislação específica
Segundo iniciativa do deputado Gandini, rotas de cicloturismo ficarão abrigadas em uma única norma
Expediente na segunda será das 7 ao meio-dia
Em função do jogo Brasil x Suíça, serviços do Espaço Assembleia Cidadã também vão alterar seus horários de funcionamento
Sessão destaca nomes no combate à violência contra a mulher
Dia Internacional para Eliminação da Violência Contra as Mulheres pautou solenidade na Assembleia. Casos de feminicídio subiram 46% em um ano no ES
Assembleia decreta luto por ataques em Aracruz
Os episódios envolvendo duas escolas do município capixaba repercutem em todo o país; dois professores e uma aluna de 12 anos foram mortos 
Cicloturismo ganha legislação específica
Segundo iniciativa do deputado Gandini, rotas de cicloturismo ficarão abrigadas em uma única norma