Solução biológica pode combater o mosquito Aedes aegypti
Data da Publicação: 15/03/2016




Foto: Reinaldo Carvalho
Saude_15032016_NiucesarVieira_baixa_ReinaldoC.JPGO pesquisador Niucesar Estevam Vieira explicou aos deputados da Comissão de Saúde e Saneamento como deve ser o tratamento e assepsia em areia, solos contaminados, combate e extermínio da larva do Aedes aegypti, mosquito transmissor do vírus da dengue, do chikungunya, do zika e da síndrome de Guillain-Barré.  

A exposição sobre a prevenção e combate às larvas do mosquito aconteceu na reunião ordinária do colegiado, nesta terça-feira (15), no Plenário Rui Barbosa da Ales. A comissão é presidida pelo deputado Doutor Hércules (PMDB).

Vacina natural

Vieira, que é biólogo, agrônomo e químico, discorreu sobre o método e a vacina larvicida desenvolvidos para a prevenção contra contaminações biológicas de solo e areia. O pesquisador destacou que, no Estado, seu trabalho não tem tido repercussão. Entretanto, a vacina é aplicada em vários locais fora do Espírito Santo e tem sido a solução para a descontaminação da areia, principalmente em ambiente escolares.

Segundo Vieira, a pesquisa teve início quando sua filha que então tinha três anos de idade pegou o bicho geográfico. Ele pesquisou, formulou e patenteou a solução biológica para combater o fungo do bicho geográfico. A fórmula combate fungos, larvas e bactéria presentes na areia contaminada. Posteriormente, foi constatado que a descoberta tem eficácia no combate às larvas do Aedes aegypti. “Nós temos o produto que mata as larvas do mosquito”, afirmou o pesquisador.

Em Aracruz, a prefeitura substituía as areias das áreas públicas da cidade, inclusive escolas de ensino infantil, por areia supostamente não contaminada trazidas do rio. A pesquisa descobriu que as areias dos rios, colocadas no lugar areia contaminada, também estavam infectadas. A solução foi tratar a areia contaminada com o produto desenvolvido por Vieira.

Falta apoio

Saude_15032016_baixa_ReinaldoC.JPGO deputado Hudson Leal (PRP) perguntou se o governo do Estado havia procurado Vieira para conhecer a pesquisa. Diante da resposta negativa, Hudson informou que há recursos no Estado para a pesquisa na área da saúde. Para o deputado, “a população não está tendo o atendimento adequado” por falta de do medicamento adequado. 

As doenças provocadas pela contaminação da areia acabam se transformando em epidemia, alertou Hudson Leal, que é médico. Ele sugeriu que as informações sobre a solução biológica de combate à contaminação da areia fossem enviadas para o Núcleo de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde do Estado.

O deputado Doutor Hércules informou que a comissão irá oficiar a Vigilância Epidemiológica sobre o tratamento disponível para descontaminar a areia. Almir Vieira (PRP) parabenizou Vieira pelo trabalho preventivo desenvolvido.

Niucesar Estevam Vieira é diretor-técnico da Asseptec Ambiental, com sede em Aracruz, e criador da fórmula de descontaminação de areias. 

A Comissão de Saúde e Saneamento é composta por Doutor Hércules, presidente; e Almir Vieira (PRP), vice-presidente. Erick Musso (PP) e Pastor Marcos Mansur (PSDB) são membros efetivos. Eliana Dadalto (PTC), Dary Pagung (PRP), Hudson Leal (PRP), Amaro Neto (PMB) e Marcos Bruno (Rede) são suplentes.

Aldo Aldesco/Web Ales
(Reprodução autorizada mediante citação da Web Ales)

 

 
Mais Notícias
Quatorze colegiados se reúnem na próxima semana
Secretário da Fazenda presta contas na Assembleia
Candidato pode perder vaga se não atingir votação mínima