Solução biológica pode combater o mosquito Aedes aegypti
Data da Publicação: 15/03/2016




Foto: Reinaldo Carvalho
Saude_15032016_NiucesarVieira_baixa_ReinaldoC.JPGO pesquisador Niucesar Estevam Vieira explicou aos deputados da Comissão de Saúde e Saneamento como deve ser o tratamento e assepsia em areia, solos contaminados, combate e extermínio da larva do Aedes aegypti, mosquito transmissor do vírus da dengue, do chikungunya, do zika e da síndrome de Guillain-Barré.  

A exposição sobre a prevenção e combate às larvas do mosquito aconteceu na reunião ordinária do colegiado, nesta terça-feira (15), no Plenário Rui Barbosa da Ales. A comissão é presidida pelo deputado Doutor Hércules (PMDB).

Vacina natural

Vieira, que é biólogo, agrônomo e químico, discorreu sobre o método e a vacina larvicida desenvolvidos para a prevenção contra contaminações biológicas de solo e areia. O pesquisador destacou que, no Estado, seu trabalho não tem tido repercussão. Entretanto, a vacina é aplicada em vários locais fora do Espírito Santo e tem sido a solução para a descontaminação da areia, principalmente em ambiente escolares.

Segundo Vieira, a pesquisa teve início quando sua filha que então tinha três anos de idade pegou o bicho geográfico. Ele pesquisou, formulou e patenteou a solução biológica para combater o fungo do bicho geográfico. A fórmula combate fungos, larvas e bactéria presentes na areia contaminada. Posteriormente, foi constatado que a descoberta tem eficácia no combate às larvas do Aedes aegypti. “Nós temos o produto que mata as larvas do mosquito”, afirmou o pesquisador.

Em Aracruz, a prefeitura substituía as areias das áreas públicas da cidade, inclusive escolas de ensino infantil, por areia supostamente não contaminada trazidas do rio. A pesquisa descobriu que as areias dos rios, colocadas no lugar areia contaminada, também estavam infectadas. A solução foi tratar a areia contaminada com o produto desenvolvido por Vieira.

Falta apoio

Saude_15032016_baixa_ReinaldoC.JPGO deputado Hudson Leal (PRP) perguntou se o governo do Estado havia procurado Vieira para conhecer a pesquisa. Diante da resposta negativa, Hudson informou que há recursos no Estado para a pesquisa na área da saúde. Para o deputado, “a população não está tendo o atendimento adequado” por falta de do medicamento adequado. 

As doenças provocadas pela contaminação da areia acabam se transformando em epidemia, alertou Hudson Leal, que é médico. Ele sugeriu que as informações sobre a solução biológica de combate à contaminação da areia fossem enviadas para o Núcleo de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde do Estado.

O deputado Doutor Hércules informou que a comissão irá oficiar a Vigilância Epidemiológica sobre o tratamento disponível para descontaminar a areia. Almir Vieira (PRP) parabenizou Vieira pelo trabalho preventivo desenvolvido.

Niucesar Estevam Vieira é diretor-técnico da Asseptec Ambiental, com sede em Aracruz, e criador da fórmula de descontaminação de areias. 

A Comissão de Saúde e Saneamento é composta por Doutor Hércules, presidente; e Almir Vieira (PRP), vice-presidente. Erick Musso (PP) e Pastor Marcos Mansur (PSDB) são membros efetivos. Eliana Dadalto (PTC), Dary Pagung (PRP), Hudson Leal (PRP), Amaro Neto (PMB) e Marcos Bruno (Rede) são suplentes.

Aldo Aldesco/Web Ales
(Reprodução autorizada mediante citação da Web Ales)

 

 
Mais Notícias
Ales discute fiscalização preventiva em obras
Grupo trabalha a prevenção do suicídio no Estado
Titular da Fazenda presta contas sobre o 2º quadrimestre