Luz: renovação de tarifa social poderá ser informada

Segundo proposta, data de vencimento do benefício deverá constar na fatura da concessionária de energia

Por Gleyson Tete

Vandinho Leite
Tarifa social mitiga custo da luz no orçamento doméstico de famílias baixa renda, defende autor / Foto: Tati Beling

O momento da renovação da Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) dos consumidores motivou o deputado Vandinho Leite (PSDB) a elaborar o Projeto de Lei (PL) 207/2019. A medida obriga as concessionárias que ofertam tal serviço a disponibilizarem na conta de luz a data para o cidadão beneficiado renovar seu cadastro.

Segundo a proposta, a informação citada acima deverá começar a ser publicada nas faturas de energia com no mínimo três meses de antecedência à data de vencimento do fim da tarifa social de cada consumidor. Este aviso deverá constar na fatura em local de fácil visualização, em negrito e caixa alta.

Para o parlamentar, a tarifa social é uma política pública de grande poder para mitigar o impacto do custo da conta de luz no orçamento doméstico de famílias baixa renda. Já para as distribuidoras, assegura uma fração do consumo de cada cliente que aderir ao programa, combate a inadimplência e desestimula o consumo clandestino.

“O que se busca é possibilitar ao cidadão capixaba de baixa renda o acesso rápido a informação que sua tarifa social está próxima do vencimento, fazendo com que o consumidor beneficiário adote as medidas necessárias de renovação, evitando, dessa forma, o aumento de sua fatura”, destaca na justificativa da matéria.

Se o projeto for aprovado, a nova lei vai entrar em vigor na data de sua publicação em diário oficial.

Tramitação

Tramitando como urgência, o PL 207/2019 já recebeu parecer oral em plenário das comissões de Justiça, pela constitucionalidade, e de Defesa do Consumidor, pela aprovação. No momento está em prazo regimental no colegiado de Finanças.

Deputados: Vandinho Leite
Garcia propõe combate a golpes contra idosos
PL prevê campanha com medidas para informar, prevenir e reprimir práticas como estelionato e apropriação ilegal de valores
Hudson quer EPI para trabalhador de funerária
Projeto do deputado obriga fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual e produtos para desinfecção de ambientes durante a pandemia do coronavírus
CPIs seguem apurações mesmo com pandemia
Notícias falsas, abandono de animais, assistência a ribeirinhos e situação de obras são alguns pontos tratados pelos colegiados
Ales apoia decisão do CNJ contra fechamento de comarcas
Deputados comemoraram decisão em caráter liminar do Conselho Nacional de Justiça contra resolução do TJES que reduzia de 69 para 42 o número de comarcas
Garcia propõe combate a golpes contra idosos
PL prevê campanha com medidas para informar, prevenir e reprimir práticas como estelionato e apropriação ilegal de valores
Hudson quer EPI para trabalhador de funerária
Projeto do deputado obriga fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual e produtos para desinfecção de ambientes durante a pandemia do coronavírus
CPIs seguem apurações mesmo com pandemia
Notícias falsas, abandono de animais, assistência a ribeirinhos e situação de obras são alguns pontos tratados pelos colegiados