Chuvas: 100 toneladas em arrecadação

Uma carreta e um caminhão saíram da Assembleia nesta sexta (31) levando mantimentos para Alto Paraju (Domingos Martins), Alegre e Muniz Freire

Por Márcia Tourinho

Carregamento de doações na Assembleia
Carregamento de doações na Assembleia nesta sexta (31) / Foto: Tati Beling

Terminou nesta sexta-feira (31) o movimento solidário da Assembleia Legislativa (Ales) de arrecadações para as vítimas das chuvas no Sul do Estado. Foram 14 dias de solidariedade que mobilizou a sociedade capixaba e diretamente uma centena de servidores da Casa, que ajudaram a receber doações, separar e carregar as cinco carretas e dois caminhões durante as duas semanas de campanha direcionada ao abastecimento de água, alimentos, produtos de higiene, brinquedos, roupas, calçados e móveis para as vítimas da tragédia  iniciada no dia 17 último. Foram mais de 100 toneladas de materiais doados.

Confira álbum de fotos de toda a campanha

Nesta sexta uma carreta saiu com destino ao município de Alegre, repleta de água, alimentos, produtos de higiene, brinquedos, roupas, calçados e móveis a serem distribuídos à população necessitada. A mesma carreta passará em Alto Paraju (Domingos Martins) para deixar parte do material. Um outro caminhão foi direcionado nesta tarde ao município de Muniz Freire.

Os outros municípios atendidos neste período foram Iconha, Vargem Alta, Alfredo Chaves e Castelo.

Para o secretário de Gestão de Pessoas da Assembleia Legislativa, Joel Rangel, o sentimento que define esta campanha é o de gratidão.

“O nosso povo é generoso e forte. Todos os dias, todo o tempo fomos  atendidos por cidadãos, igrejas, empresas e associações que doaram mais de 100 toneladas de materiais. O Palácio Domingos Martins nunca presenciou um movimento de tamanha adesão de toda ordem”, afirmou.

Últimos dias para a propaganda eleitoral do primeiro turno
No domingo, dia das eleições gerais, é proibido fazer propaganda
Proibida a prisão de eleitores
Garantia vai até 48 horas após o pleito de domingo, à exceção de flagrante delito, sentença condenatória por crime inafiançável e desrespeito a salvo-conduto
Voto facultativo pode ser decisivo nas eleições
Analfabetos, jovens de 16 e 17 anos e idosos a partir de 70 anos representam 13,5% do eleitorado capixaba 
Apuração dos votos é feita em tempo real
Resultado das eleições pode ser acompanhado por aplicativos e plataforma do TSE na internet
Últimos dias para a propaganda eleitoral do primeiro turno
No domingo, dia das eleições gerais, é proibido fazer propaganda
Proibida a prisão de eleitores
Garantia vai até 48 horas após o pleito de domingo, à exceção de flagrante delito, sentença condenatória por crime inafiançável e desrespeito a salvo-conduto
Voto facultativo pode ser decisivo nas eleições
Analfabetos, jovens de 16 e 17 anos e idosos a partir de 70 anos representam 13,5% do eleitorado capixaba