Crimes Cibernéticos: CPI apura dois novos casos

Colegiado deve ouvir na próxima semana blogueira que acusa sites publicarem suas imagens sem autorização e mãe de aluna que reclama de material didático

Por Silvia Magna

reunião virtual CPI dos Crimes Cibernéticos
Foto: Tati Beling

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura crimes cibernéticos receberá, na próxima semana, o delegado responsável pela Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos, Breno Andrade, e o especialista em segurança cibernética Gilberto Sudré para tratar denúncias de crime contra a honra e de caso de doutrinação política em sala de aula. As reclamações foram recebidas em reunião extraordinária nesta quinta-feira (4) e as vítimas serão ouvidas em dias diferentes.

Por meio de videoconferência, na próxima quarta-feira (10), às 16h30, A CPI escuta a senhora Pamela Suellen Fernandes da Silva, que teve suas fotos veiculadas em sites de conteúdo erótico. De acordo com o presidente da CPI, Vandinho Leite (PSDB), a vítima alega que não tinha conhecimento do envio das imagens e solicitou a retirada do material, mas os portais se recusam a atender ao pedido.

“É uma situação muito grave e triste, já que a pessoa tem sua vida exposta dessa maneira. Mesmo informando aos sites que ela não autorizou o uso dessas imagens, eles continuam publicando”, afirmou Vandinho.

A segunda denúncia envolve possível doutrinação em sala de aula e foi encaminhada por uma moradora da Serra para o vice-presidente do colegiado, Capitão Assumção (Patri). Segundo ele, a mulher reclama de material didático distribuído na escola onde sua filha estuda e que, supostamente, contém mensagens de ódio contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A CPI debaterá esse segundo caso na sexta-feira (11), às 9 horas. Participaram da reunião os deputados Danilo Bahiense (PSL), Coronel Alexandre Quintino (PSL) e Lorenzo Pazolini (Republicanos).

Garcia propõe combate a golpes contra idosos
PL prevê campanha com medidas para informar, prevenir e reprimir práticas como estelionato e apropriação ilegal de valores
Hudson quer EPI para trabalhador de funerária
Projeto do deputado obriga fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual e produtos para desinfecção de ambientes durante a pandemia do coronavírus
CPIs seguem apurações mesmo com pandemia
Notícias falsas, abandono de animais, assistência a ribeirinhos e situação de obras são alguns pontos tratados pelos colegiados
Ales apoia decisão do CNJ contra fechamento de comarcas
Deputados comemoraram decisão em caráter liminar do Conselho Nacional de Justiça contra resolução do TJES que reduzia de 69 para 42 o número de comarcas
Garcia propõe combate a golpes contra idosos
PL prevê campanha com medidas para informar, prevenir e reprimir práticas como estelionato e apropriação ilegal de valores
Hudson quer EPI para trabalhador de funerária
Projeto do deputado obriga fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual e produtos para desinfecção de ambientes durante a pandemia do coronavírus
CPIs seguem apurações mesmo com pandemia
Notícias falsas, abandono de animais, assistência a ribeirinhos e situação de obras são alguns pontos tratados pelos colegiados
Não há notícias referenciadas.