Saúde conhece produção de ventilador pulmonar

Equipamentos produzidos com tecnologia local estão ajudando pacientes de Covid-19, internados em UTIs

Por Wanderley Araújo

Reunião virtual
Reunião virtual da Comissão de Saúde ocorreu na manhã desta terça / Foto: Tati Beling

Em reunião virtual nesta terça (23), deputados da Comissão de Saúde conheceram como funcionam ventiladores mecânicos pulmonares fabricados por uma empresa capixaba. Os equipamentos, produzidos em pequena escala, estão ajudando na ventilação mecânica de pacientes de Covid-19 internados em estado grave, em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

O médico anestesiologista e empresário Humberto Ribeiro do Val, sócio da fabricante do produto, explicou que, por ser equipamento de tecnologia simples, esses ventiladores são mais fáceis de serem manipulados principalmente por médicos que atendem em UTIs no interior do estado.

Confome explicou, os ventiladores produzidos no estado desde 1989 utilizam tecnologia pneumática, um modelo simples que tem motor impulsionado por gás comprimido.

Segundo o médico, os ventiladores importados dispõem de tecnologia eletrônica avançada, e nem todos os médicos intensivistas têm facilidade de colocá-los em funcionamento.

Mercado

"Nosso nicho sempre foi pequeno, porque as novas tecnologias tomaram conta do mercado. Atendemos geralmente demandas de prontos-socorros e alguns hospitais do interior", relatou.

De acordo com Humberto do Val, em função da pandemia, a demanda cresceu: a empresa conseguiu vender cerca de 1 mil  equipamentos para outros estados e está produzindo outros mil que ficarão disponíveis no estoque.  

"Somos pequenos (a fábrica) e não temos condições de produzir muito além disso, mas uma empresa de São Paulo se interessou pelo nosso know-how e deverá fabricar em maior escala para todo o país", pontuou.

Capacitação

Conforme o médico e empresário, uma das vantagens do equipamento produzido no Estado é facilidade de operação. Humberto do Val afirmou que em muitas cidades pequenas do interior não há profissionais de saúde capacitados para operá-los. 

Segundo ele, pesquisas mostram que 25% das cidades do interior não dispõem de nenhum aparelho que faça ventilação pulmonar mecânica. Em sua avaliação, isso demonstra a incapacidade de muitos profissionais de saúde que atuam nessas localidades de manipularem aparelhos de tecnologia muito avançada.

O presidente da Comissão de Saúde, deputado Doutor Hércules (MDB), destacou a importância de uma empresa capixaba ser fabricante de ventiladores pulmonares mecânicos numa época em que esses equipamentos estão sendo disputados em todo o mundo.

Medicina intensivista 

Outro assunto discutido durante a reunião foi a importância da medicina intensivista no tratamento dos casos avançados de Covid-19.

Por sugestão de Doutor Hércules e com o apoio do vice-presidente da Comissão de Saúde, deputado Dr. Emílio Mameri (PSDB), foi aprovado convite para a médica intensivista Eliana Caser participar da próxima reunião do colegiado, marcada para terça-feira (30).

Entre outros assuntos, ela deverá falar sobre como as UTIs no estado estão preparadas para socorrer as vítimas do novo coronavírus que necessitam ser entubadas.

A convidada explicará ainda como é o tratamento dos pacientes com o novo coronavírus nas UTIs.

Comissões: Saúde
Nos campos de Ecoporanga a luta continua
Mudança de tática do movimento camponês e novo massacre na região do Contestado capixaba
Matéria altera comando da Escola do Legislativo
Hoje, presidência da escola cabe ao 1º secretário; proposta é que qualquer deputado indicado pela Mesa Diretora possa assumir o cargo 
Cirurgia reparadora em mulheres é objeto de PL
Raquel defende adoção de protocolo específico na rede pública para garantir a prioridade do procedimento em vítimas de violência
Especialistas defendem investimentos em saúde mental
Para psiquiatras, prevenção ao suicídio requer acompanhamento especializado e investimentos em rede de assistência
Nos campos de Ecoporanga a luta continua
Mudança de tática do movimento camponês e novo massacre na região do Contestado capixaba
Matéria altera comando da Escola do Legislativo
Hoje, presidência da escola cabe ao 1º secretário; proposta é que qualquer deputado indicado pela Mesa Diretora possa assumir o cargo 
Cirurgia reparadora em mulheres é objeto de PL
Raquel defende adoção de protocolo específico na rede pública para garantir a prioridade do procedimento em vítimas de violência