Dosagem de vitamina D pode virar rotina

Projeto obriga também a oferta, na rede pública, de substância a pessoas que precisarem de reposição e prevê a prescrição a pacientes acometidos pela Covid-19

Por Márcia Tourinho

Amostras de sangue em recipiente de laboratório
Iniciativa considera a importância desse hormônio para a defesa do organismo / Foto: Divulgação

Os exames de rotina realizados nas unidades de saúde pública do Espírito Santo deverão incluir a dosagem de vitamina D do paciente e, caso necessária a reposição, a vitamina deve ser disponibilizada  pelo governo do Estado gratuitamente aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). A medida está prevista no Projeto de Lei (PL) 490/2020, que também estabelece a possibilidade de prescrição do hormônio a pacientes com Covid-19. A iniciativa é do deputado Capitão Assumção (Patri).

Parecer da ciência

A justificativa da proposta considera que mais de 150 mil publicações feitas em todo o mundo atestam a eficácia desse hormônio no fortalecimento do sistema imunológico. O texto fundamenta tal argumento em estudos feitos pelo presidente do Instituto de Investigação e Tratamento de Autoimunidade e professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Dr. Cícero Galli Coimbra. De acordo com o especialista no assunto, a Vitamina D tem resultados positivos no fortalecimento da defesa do organismo contra várias doenças infecciosas e autoimunes.

Ainda segundo a justificativa, estudo recente feito na Indonésia com 392  infectados pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), revela taxa de letalidade de 93,3% nos indivíduos que apresentaram baixa concentração de Vitamina D no sangue (menos de 30 ng/mL).

“Dessa forma, considerando o atual momento pandêmico pelo qual o mundo passa, é primordial que o Poder Público ofereça as melhores condições de tratamento aos usuários das Unidades Públicas de Saúde. O sistema imunológico fortalecido é uma arma poderosa para a prevenção contra a doença e seus efeitos mais graves, razão pela qual o estado precisa, definitivamente, possibilitar o acesso a exames e medicamentos que atendam às demandas atuais”, defende Capitão Assumção.

Tramitação

A  matéria foi lida em Plenário em 16 de setembro e segue para elaboração de parecer pelas comissões de Justiça, Saúde e Finanças. 

Temas: covid-19
Vetos seguem na pauta da sessão desta quarta
Manutenção de prazo para relatoria de veto impediu que demais itens da pauta de votações fossem analisados pelo Plenário
Pólio: deputado destaca importância de vacinação
Doutor Hércules, presidente da Comissão de Saúde, alertou que a baixa cobertura vacinal causa risco de a paralisia infantil retornar ao país
Cultura debate incentivo à literatura infantil
A escritora Joana Herkenhoff apresentou sua primeira obra infantil e cobrou melhoria das políticas públicas de fomento ao setor 
Reunião de Segurança tem cobranças ao governo
Bahiense pediu força-tarefa para investigar desaparecimento de policial, enquanto Assumção cobrou instalação de lombada em estrada
Vetos seguem na pauta da sessão desta quarta
Manutenção de prazo para relatoria de veto impediu que demais itens da pauta de votações fossem analisados pelo Plenário
Pólio: deputado destaca importância de vacinação
Doutor Hércules, presidente da Comissão de Saúde, alertou que a baixa cobertura vacinal causa risco de a paralisia infantil retornar ao país
Cultura debate incentivo à literatura infantil
A escritora Joana Herkenhoff apresentou sua primeira obra infantil e cobrou melhoria das políticas públicas de fomento ao setor