Feminicídio: lei garante apoio a filhos de vítima

Norma prevê atendimento gratuito e especializado na área de psicologia para crianças, adolescentes e jovens cujas mães foram assassinadas

Por Gabriela Zorzal, com edição de Angèle Murad

Menino de costas em frente a um casinha de madeira com um escorregador
Lei é de iniciativa da deputada Iriny Lopes e entra em vigor em 45 dias / Foto: Agência Brasília/Governo do DF

O apoio psicológico para crianças, adolescentes e jovens que perderam as mães em situação de feminicídio foi incorporado, por lei, às políticas públicas capixabas da área de assistência social. A Lei 11.402/2021, publicada no Diário do Poder Legislativo (DPL) desta terça-feira (21), determina atendimento gratuito para esse público na rede estadual de saúde com profissionais especializados. A iniciativa é da deputada Iriny Lopes (PT).

Segundo a norma, publicada como Lei Jaciara da Silva – atenção e proteção, o atendimento deverá ser oferecido nos centros de referência especializados em serviços de assistência sociais e serviços da rede de proteção às mulheres em situação de violência e ainda pelo sistema de garantias de direitos de crianças e adolescentes. A nova legislação entra em vigor daqui a 45 dias.

A medida é resultado da tramitação do Projeto de Lei 99/2021, aprovado pela Assembleia Legislativa no final do mês de agosto. A nova lei foi promulgada pelo próprio presidente do Legislativo, o deputado Erick Musso (Republicanos), tendo como base o artigo 66 da Constituição Estadual, que dá essa prerrogativa ao chefe do parlamento nos casos em que o governador do Estado não se pronuncia no prazo de 15 dias após aprovação em plenário. 
 

Deputados: Iriny Lopes
Audiência sobre terceiro setor é transferida
Comissão de Cidadania agendou nova data para realização de debate, que estava previsto para acontecer nesta terça-feira, à noite
Sessão destaca nomes no combate à violência contra a mulher
Dia Internacional para Eliminação da Violência Contra as Mulheres pautou solenidade na Assembleia. Casos de feminicídio subiram 46% em um ano no ES
Cicloturismo ganha legislação específica
Segundo iniciativa do deputado Gandini, rotas de cicloturismo ficarão abrigadas em uma única norma
Expediente na segunda será das 7 ao meio-dia
Em função do jogo Brasil x Suíça, serviços do Espaço Assembleia Cidadã também vão alterar seus horários de funcionamento
Audiência sobre terceiro setor é transferida
Comissão de Cidadania agendou nova data para realização de debate, que estava previsto para acontecer nesta terça-feira, à noite
Sessão destaca nomes no combate à violência contra a mulher
Dia Internacional para Eliminação da Violência Contra as Mulheres pautou solenidade na Assembleia. Casos de feminicídio subiram 46% em um ano no ES
Cicloturismo ganha legislação específica
Segundo iniciativa do deputado Gandini, rotas de cicloturismo ficarão abrigadas em uma única norma