PL fixa multa de até R$ 73 mil para furto de cobre

Para o deputado Carlos Von, punição pode inibir prática de crime que cria transtornos como falta de luz e apagão de semáforos 

Por Wanderley Araújo, com edição de Angèle Murad

Fios de cobre de várias cores, uns enrolados e outros não
Von destaca o prejuízo que furtos trazem para os cofres públicos / Foto: Leonardo Silveira/PMV

Quem for condenado no Espírito Santo por furtar material feito de cobre ou outro metal poderá ter de pagar multa entre R$ 36,4 mil e R$ 73 mil. É o que propõe o deputado Carlos Von (Avante) no Projeto de Lei (PL) 568/2021. A proposta passará pelo crivo das comissões de Justiça, Segurança e Finanças, antes da votação do Plenário. 

Von destaca, na justificativa da matéria, a importância de punir com multas quem furta metais no estado, principalmente fiação e outros materiais de cobre, pois o ato causa grandes transtornos como a falta de energia e apagão dos semáforos. Isso porque o cobre é um metal utilizado em fiações como condutor para o transporte da energia elétrica. 

Mercado clandestino 

“Estima-se que o cobre furtado em Vitória esteja causando prejuízo de cerca de R$ 50 mil por mês aos cofres municipais; é uma fonte de renda ilícita que atrai muitos praticantes de furtos”, observa Von. 

O parlamentar acrescenta que o furto de sucatas de cobre tem sido prática criminosa noticiada em todo o país, criando um mercado clandestino que afeta o comércio legalmente instituído.

“A punição com multa contra quem furta esse tipo de material é mais uma tentativa de inibir a ação desses criminosos que praticam esse crime com a intenção de ganhar dinheiro de forma fácil”, finaliza Von. 

Deputados: Carlos Von
Parceria busca aprimorar trabalho de servidores
Ales e Esesp assinaram termo de cooperação que promove intercâmbio e possibilita a servidores públicos participar de diferentes atividades promovidas pelas instituiç...
Deputados vão tomar posse em sessão solene
Marcada para 10 horas de quarta-feira (1º), solenidade terá termo de compromisso e entrega da Comenda Domingos Martins
Polese: trabalho contra a corrupção e a burocracia
Iniciante na Assembleia, Lucas Polese promete imprimir postura combativa que o notabilizou nas redes sociais e atuar pelo fortalecimento do Poder Legislativo
Bahiense: segurança pública como prioridade
Parlamentar reeleito diz que vai lutar pela melhoria da remuneração e das condições de trabalho dos servidores da área 
Parceria busca aprimorar trabalho de servidores
Ales e Esesp assinaram termo de cooperação que promove intercâmbio e possibilita a servidores públicos participar de diferentes atividades promovidas pelas instituiç...
Deputados vão tomar posse em sessão solene
Marcada para 10 horas de quarta-feira (1º), solenidade terá termo de compromisso e entrega da Comenda Domingos Martins
Polese: trabalho contra a corrupção e a burocracia
Iniciante na Assembleia, Lucas Polese promete imprimir postura combativa que o notabilizou nas redes sociais e atuar pelo fortalecimento do Poder Legislativo