Durão sugere mudanças em lei sobre cardápios

Pela proposta, lanchonetes e casas noturnas também ficariam obrigadas a exibir os preços na parte externa dos estabelecimentos

Por Aldo Aldesco, com edição de Angèle Murad | Atualizado há 10 meses

Cardápios em cima de mesas, em área externa de estabelecimento
Projeto também obriga exibição de valores relativos a couvert, manobristas e outros serviços / Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O Projeto de Lei (PL) 630/2021, de Luiz Durão (PDT), amplia e atualiza a Lei 8.798/2008, que obriga bares e restaurantes a divulgarem os preços praticados na parte externa dos estabelecimentos, em lugar visível e de forma clara à clientela. 

Além de bares e restaurantes, a proposta de Durão inclui lanchonetes, casas noturnas e similares. Outra novidade é que, além dos preços dos pratos e bebidas, será preciso divulgar o valor do couvert, de manobristas e de outros serviços, o que poderá ser feito por código de barras. Além disso, deixa claro que o anúncio da tabela de preço pode ser feito na forma de cardápio ou assemelhados. 

O PL 630/2021 mantém o que dispõe a lei em vigor, que impõe advertência e, na reincidência, multa de R$ 182,30, correspondente a 50 Valores de Referência do Tesouro Estadual (VRTEs), a ser aplicada pelo órgão de defesa do consumidor – o Instituto Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon). 

Durão argumenta que a proposta evita constrangimento ao consumidor:  “A disponibilização na entrada dos estabelecimentos dos valores dos produtos e de outras cobranças porventura realizadas contribuirá também para que sejam evitados constrangimentos para os consumidores, tendo em vista que ingressarão nos locais cientes de todos os valores cobrados e produtos comercializados”, explica o deputado. 

A matéria foi lida na sessão do último dia 25 de outubro e tramita em regime de urgência. Por isso, terá parecer oral, durante a plenária, das comissões de Constituição e Justiça; Defesa do Consumidor e do Contribuinte; e Finanças.

Deputados: Luiz Durão
Bolsonaro é o preferido dos capixabas
O atual presidente obteve 52,23% dos votos computados contra 40,40% do ex-presidente Lula no estado; os dois vão disputar o segundo turno
Meneguelli é o deputado mais votado da história
Ex-prefeito e ex-vereador de Colatina, Sérgio Meneguelli obteve 138.523 votos, superando a marca de Guerino Zanon, de 2006
Eleições: fila para votação e 18 pessoas detidas no ES
Para as autoridades, número de ocorrências de crime eleitoral foi pequeno e, de maneira geral, eleições aconteceram com tranquilidade
Proibida a prisão de eleitores
Garantia vai até 48 horas após o pleito de domingo, à exceção de flagrante delito, sentença condenatória por crime inafiançável e desrespeito a salvo-conduto
Bolsonaro é o preferido dos capixabas
O atual presidente obteve 52,23% dos votos computados contra 40,40% do ex-presidente Lula no estado; os dois vão disputar o segundo turno
Meneguelli é o deputado mais votado da história
Ex-prefeito e ex-vereador de Colatina, Sérgio Meneguelli obteve 138.523 votos, superando a marca de Guerino Zanon, de 2006
Eleições: fila para votação e 18 pessoas detidas no ES
Para as autoridades, número de ocorrências de crime eleitoral foi pequeno e, de maneira geral, eleições aconteceram com tranquilidade