Espaços da Assembleia devem ganhar patronos

O ex-governador Albuíno Azeredo, o ex-senador Gerson Camata e o surdo-mudo Alexandre Eneias Pimentel serão homenageados se projetos forem acatados

Por Marcos Bonn, com edição de Angèle Murad

Placa com os serviços do Espaço Assembleia Cidadã e portas de acesso a esses serviços
Um dos projetos nomeia "Senador Gerson Camata" o Espaço Assembleia Cidadã / Foto: Lizandro Nunes

O ex-governador Albuíno Azeredo, o ex-senador Gerson Camata e o surdo-mudo Alexandre Eneias Pimentel podem emprestar seus nomes para batizar espaços na Assembleia Legislativa (Ales). Isso se três projetos de resolução (PRs) protocolados pela Mesa Diretora forem aprovados. 

A iniciativa é uma maneira de homenagear capixabas de proeminência em suas respectivas áreas. Segundo o PR 16/2022, fica batizado com o nome de Albuíno a sala usada pelos líderes comunitários no Palácio Domingos Martins. 

Nascido em Vila Velha em 1945 e de infância humilde, Albuíno se formou em engenharia pela Ufes. Anos depois se tornou chefe do Poder Executivo, entre 1991 e 1994. Na justificativa da matéria, a Mesa Diretora frisa que Albuíno foi um dos primeiros governadores negros da história do Brasil.

Na política, também atuou como secretário de Planejamento do então governador Max Mauro, quando fez uma “revolução” no transporte capixaba com a implementação do Sistema Transcol. Em Cariacica, foi nomeado secretário de Planejamento em 1997. 

Entre 2000 e 2006 teve atuação de destaque no Rio de Janeiro. Lá foi presidente da Rio Trilhos - responsável pelo sistema metroviário no estado; da Companhia Fluminense de Trens Urbanos (Flumitrens) e da Companhia Estadual de Engenharia, Transportes e Logística (Central). Também foi secretário de Estado de Transportes.

Albuíno Azeredo morreu em Vila Velha, em setembro de 2018, aos 73 anos de idade. 

Camata

Se o PR 16/2022 for acatado, o Espaço Assembleia Cidadã passará a se chamar “Senador Gerson Camata”. Castelense, Camata nasceu em 1941 e se formou em Economia pela Ufes. No entanto, ficou conhecido com o papel de relevância exercido na área jornalística na década de 1960.

A vida política de Camata teve início com a eleição de vereador de Vitória em 1966. Foi deputado estadual (1971 a 1975) e deputado federal (1975 a 1983) por dois mandatos seguidos. Em 1982 foi eleito governador do Espírito Santo e entre 1987 e 2011 atuou na Câmara Alta do Congresso Nacional por três mandatos seguidos. 

Gerson Camata é o autor do projeto de lei que deu origem ao “Estatuto do Desarmamento” (Lei 10.826/2003). Morreu assassinado com um tiro, em Vitória, em dezembro de 2018, aos 77 anos. 

Sala de Libras

O espaço de onde é feita a tradução em Libras nas sessões realizadas na Casa poderá ser conhecida como sala “Alexandre Eneias Pimentel”, conforme o PR 14/2022. De acordo com a justificativa do PR, esse foi o nome escolhido pela comunidade surda em enquete realizada pela Federação Desportiva dos Surdos do Estado do Espírito Santo (FDSES). 

Pimentel nasceu em Colatina, no ano de 1973. Surdo-mudo e com dificuldades para se expressar, trabalhou para expandir a linguagem de Libras em território capixaba, o que culminou com a criação da Associação dos Surdos de Colatina. Alexandre morreu em 2004.

Tramitação

Todas as matérias passarão pelo crivo das comissões de Justiça e Finanças. 

Aniversário da CF é lembrado durante sessão
Majeski ressaltou as conquistas de direitos da Carta Magna e o desafio de estender essas garantias a todo cidadão brasileiro
Dois vetos e dez urgências na pauta desta quarta
Vetos precisam ser analisados para destrancar a pauta e permitir análise dos demais itens
Deputados orientam sobre câncer de mama
Majeski, Doutor Hércules e Janete de Sá apontaram necessidade de diagnóstico precoce e ações para ampliar acesso de pacientes a exames
Assembleia mantém veto a ICMS ecológico
Proposta que buscava estimular os municípios a preservar a biodiversidade será arquivada
Aniversário da CF é lembrado durante sessão
Majeski ressaltou as conquistas de direitos da Carta Magna e o desafio de estender essas garantias a todo cidadão brasileiro
Dois vetos e dez urgências na pauta desta quarta
Vetos precisam ser analisados para destrancar a pauta e permitir análise dos demais itens
Deputados orientam sobre câncer de mama
Majeski, Doutor Hércules e Janete de Sá apontaram necessidade de diagnóstico precoce e ações para ampliar acesso de pacientes a exames