Regulamentação da Polícia Penal em pauta na Ales

Comissão de Segurança recebe sindicato da categoria e gestores da área na terça-feira (16)

Por Marcos Bonn, com edição de Nicolle Expósito | Atualizado há 1 ano

Policial penal aparece de costas vestindo farda preta com inscrição "polícia penal"
Policiais penais reivindicam aumento de efetivo e salário equiparado ao de agente da Polícia Civil / Foto: Sejus/ES

Apesar de haver previsão constitucional desde 2021, quando foi criada no Espírito Santo, a carreira de policial penal ainda não foi regulamentada pelo Executivo. Essa é uma das queixas da categoria, que se reunirá na terça-feira (16), às 10 horas, com os deputados da Comissão de Segurança no Plenário Dirceu Cardoso. Os profissionais pedem agilidade ao governo do Estado.

Segundo o presidente do Sindicato dos Inspetores do Sistema Penitenciário do Espírito Santo (Sindaspes), Rhuan Karllo Alves Fernandes, há um cronograma a ser cumprido que inclui, entre outras ações, a mudança nas leis que fazem interface com a nova polícia e o estudo de impacto financeiro.

Uma vez regulamentada, a polícia penal passaria a ter mais autonomia, embora continue vinculada à Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), e seus 1.963 membros efetivos teriam um plano de cargos e salários com remuneração equiparada à carreira de agente da Polícia Civil (PC) – salário inicial de R$ 6.156,97 e final de R$ 12.355,59 atualmente.

Conforme o presidente do sindicato, o governo se comprometeu a enviar todos os estudos até o dia 31 de agosto deste ano para a Secretaria de Estado de Governo (SEG). A proposta deverá passar pelo crivo da Comissão de Segurança e pelo Plenário da Assembleia Legislativa (Ales) para entrar em vigor.

A categoria também vai cobrar a realização de concurso público na área, que sofre com defasagem há 11 anos, conforme Rhuan Karllo. Há uma insegurança acerca dos 1.800 servidores contratados temporariamente – eles desempenham as mesmas tarefas dos efetivos, com exceção daquelas que envolvem o uso de armamento. Ainda não foi sinalizado se os vínculos serão estendidos ou se a função será terceirizada.

Saúde

Na terça (16), no Plenário Rui Barbosa, o colegiado de Saúde debate as limitações da oferta de exames das superintendências regionais de saúde do estado. A convidada é a superintendente Regional de Saúde de Vitória, Cybeli Pandini.

Direitos humanos

A Comissão de Direitos Humanos realiza audiência pública, na sexta (19), às 14 horas, no Plenário Rui Barbosa, com o tema “A incidência de caso de abuso e exploração sexual no Espírito Santo”. O dia 18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. 

Confira a agenda completa*

Segunda (15)       
9h - Visita Técnica da Comissão de Saúde – Crefes, Praia da Costa, Vila Velha
13h30 - Comissão de Finanças - Plenário Dirceu Cardoso

Terça (16)
7h - Visita Técnica da Comissão de Infraestrutura nas obras do Aquaviário, Enseada do Suá, Vitória 
9h - Comissão de Saúde - Plenário Rui Barbosa
9h - Comissão de Cultura - Plenário Judith Leão Castello Ribeiro
10h - Comissão de Segurança - Plenário Dirceu Cardoso
11h - Comissão de Direitos Humanos - Plenário Judith Leão Castello Ribeiro
13h30 - Comissão de Justiça - Plenário Dirceu Cardoso

Quarta (17)
12h - Comissão de Finanças - Plenário Dirceu Cardoso
14h - Frente Parlamentar em Defesa da Acessibilidade e Inclusão das Pessoas com Deficiência - Plenário Rui Barbosa

Quinta (18)
9h - Comissão de Defesa do Consumidor - Plenário Dirceu Cardoso

Sexta (19)
14h - Audiência Pública da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos para debater “A incidência de caso de abuso e exploração sexual no Espírito Santo”

 

*Agenda sujeita a alterações

Papel dos conselhos na defesa das mulheres em pauta
Seminário abordou importância de estruturas como Conselhos Municipais e Procuradorias das Mulheres para a construção de políticas públicas de gênero
PL prevê educação física adaptada para aluno com transtorno
Alunos com transtornos sensoriais ou psicológicos poderão ter assegurado em lei o direito à educação física adaptada
Lei oficializa primeiros passos dos imigrantes
Rota Caminho dos Imigrantes, entre Santa Teresa e Santa Leopoldina, tem quase 30 km; outras cinco leis de valorização do turismo e cultura foram publicadas no DPL ...
CPI alerta para casos de bullying na internet
Comissão de Inquérito da Ales apura abusos contra crianças e adolescentes no ambiente virtual; violações vão de ameaças a incitação à prática de crimes
Papel dos conselhos na defesa das mulheres em pauta
Seminário abordou importância de estruturas como Conselhos Municipais e Procuradorias das Mulheres para a construção de políticas públicas de gênero
PL prevê educação física adaptada para aluno com transtorno
Alunos com transtornos sensoriais ou psicológicos poderão ter assegurado em lei o direito à educação física adaptada
Lei oficializa primeiros passos dos imigrantes
Rota Caminho dos Imigrantes, entre Santa Teresa e Santa Leopoldina, tem quase 30 km; outras cinco leis de valorização do turismo e cultura foram publicadas no DPL ...
Política de Privacidade.

O Portal da Ales utiliza cookies para auxiliar na sua navegação. Ao utilizar este site, você concorda com a nossa política de monitoramento de cookies. Para mais informações, acesse a nossa Politica de Privacidade.

ACEITO E FECHAR